Tpffcelticsociety

Um em cada dois afetados pelo glaucoma não sabe


Um em cada dois afetados pelo glaucoma não sabe / Notícias

O glaucoma constitui a segunda causa de cegueira no mundo, de acordo com o Organização Mundial da Saúde (OMS)No entanto, estima-se que um em cada dois afetados por este distúrbio ocular não sabe que ele tem, e apenas 40% da população espanhola passou por um exame visual abrangente no ano passado, apesar do fato de que este tipo de revisões são o método mais eficaz para prevenir as conseqüências desta doença, cuja incidência aumenta com a envelhecimento (a partir dos 60 anos).

Idade, histórico familiar de glaucoma, outros problemas de saúde ocular, como hipermetropia ou miopia, e doenças como diabetes ou pressão alta, aumentam o risco de desenvolver glaucoma

Embora não seja possível prevenir o desenvolvimento de glaucoma, que ocorre como resultado de um aumento pressão intra-ocular, um diagnóstico precoce permite estabelecer um tratamento que previne a progressão da perda de visão do paciente. Como explica o professor Julián García Feijoo, chefe do Serviço de Oftalmologia do Hospital Clínico San Carlos de Madri e presidente da Sociedade Espanhola de Glaucoma (SEG), o glaucoma geralmente não apresenta sintomas precoces, por isso é muito importante fazer exames regulares a partir dos 40 anos de idade.

Entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento dessa patologia, além da elevação da pressão intra-ocular, estão a idade, a história familiar de glaucoma e a presença de outros problemas de saúde da população. olhos como hipermetropia ou miopia, ou doenças como diabetes ou hipertensão arterial.

O glaucoma não tem cura no momento, mas dependendo do tipo de glaucoma e sua gravidade e como o paciente responde, ele pode ser tratado com colírios ou através de uma intervenção cirúrgica, a fim de controlar a pressão intra-ocular e prevenir a visão de continuam a deteriorar-se e podem até levar à cegueira.